04/12/2015

Mariana Krauss

0 comentário(s)

Agradecendo com Poesia

“Ei, senhora, aceita ouvir uma poesia?” Um convite impossível de recusar. Esse foi o clima do encontro anual do Programa Mesa Brasil no Sesc Taubaté. A  manhã de música, poesia e agradecimentos envolveu os doadores, as instituições atendidas e a equipe do programa. 

Intervenção Polvos Poéticos

Intervenção Polvos Poéticos, com grupo Sensus.

 

Entre um guardanapo poético e outro, foram apresentados os números do programa em 2015: aproximadamente 150 mil quilos de alimentos repassados para as 43 instituições cadastradas, complementando cerca de 1.498.000 refeições .



Intervenção Bala.Bras

Intervenção Bala.bras, com Daniel Viana

 

“Vamos precisar de todo mundo

Um mais um é sempre mais que dois

Pra melhor juntar as nossas forças

É só repartir melhor o pão

Recriar o paraíso agora

Para merecer quem vem depois...” (Sal da Terra – Beto Guedes)

Após a entrega do certificado de mérito comunitário às empresas doadoras presentes, o encontro transformou-se em um grande sarau, que integrou e emocionou os participantes. 

Balabras .jpg

 

“Andá com fé eu vou

Que a fé não costuma faiá” (Andar com fé – Gilberto Gil)

Abrindo a série de manifestações das instituições presentes,  Tine H-E Andreassem Lopes, idealizadora do projeto Esperança Criança e Família,  falou sobre a importância das doações recebidas no dia a dia do projeto e do poder transformador deste tipo de trabalho: “Se cada um fizer uma parte nós vamos fazer um mundo melhor”


Sarau

O que se seguiu foi uma série de depoimentos emocionados e agradecidos, e a poesia ficou tão forte que se materializou nos versinho de José Carlos da Silva, diretor do Lar da Criança Irmã Julia, de Pindamonhangaba: 

Bilhete2 (2)

Tudo em nome do combate à fome e ao desperdício. Este é um dos nossos sonhos possíveis!

“E assim, seja lá como for Vai ter fim a infinita aflição E o mundo vai ver uma flor Brotar do impossível chão” (Sonho Impossível – Chico Buarque)

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios