06/11/2015

Cris Komesu | Mesa Brasil

9 comentário(s)

Alimento, alimento nosso

Quem passou pelo Sesc Campinas durante o mês de outubro recebeu um convite irresistível aos sentidos e às descobertas. A exposição Alimento, Alimento nosso, criada para compor a programação do Dia Mundial da Alimentação, chamou cada visitante a caminhar por sensações, cores, sons, texturas e memórias guardadas em frutas, legumes, temperos e comidas do dia a dia.

“A possibilidade de interação foi uma maneira de acolher as pessoas que passavam, de convidar a conhecer ou relembrar alimentos, cheiros e receitas que ali estavam”, conta Lilian Rocha, coordenadora do Mesa Brasil no Sesc Campinas.

IMG_4174

De um lado, um passeio para acordar sentidos. As mãos vinham se aventurar pelas caixas de madeira e sentiam ora maciez, ora resistência. Em seguida, narizes descobriam aromas: doce (baunilha, canela, aniz, erva-doce), ácido (vinagre, limão, maracujá, tangerina), amargo (café, cúrcuma, páprica, fumaça) e até o umami (curry, zatar). Depois a vez era dos ouvidos: pelos fones chegavam sons da panela, do liquidificador, da mordida e também vozes ditando receitas para a imaginação – um quilo de farinha de trigo, 2 ovos, uma xícara de leite...

IMG_4164

Do outro lado, as receitas ganhavam corpo – e caras. Além de poderem ler ingrediente por ingrediente, os olhos encontravam outros olhos (e narizes, bocas, cabelos, pescoços): eram os rostos das cozinheiras de instituições sociais cadastradas pelo Mesa Brasil, autoras de cada receita. Logo embaixo, frutas, legumes, grãos e raízes coloriam o espaço, pra lembrar como é rica a nossa alimentação.

A mistura de sons, cores e cheiros trouxe não só sensações, mas também reflexões. “A exposição contribuiu para estimular e aguçar a curiosidade por alguns alimentos e pelo ato de cozinhar. Dessa forma, pensamos também sobre as nossas escolhas alimentares”, diz Lilian.

IMG_4162

E que tal prestar atenção aos alimentos dentro de casa? Quanto tempo faz que você não deixa os grãos de arroz escorrerem por entre os dedos, ou então sente o cheiro de uma fruta madura? Por que não resgatar uma receita antiga, com gosto de infância? Ou talvez testar um prato novo, um sabor diferente?

Todas as receitas da exposição fazem parte do Livro Receitas de Vida, que reúne as dicas e histórias das cozinheiras que pilotam fogões nas instituições atendias pelo Mesa Brasil em Campinas e região. Tem galinhada, empadão, bolo de frutas... quer experimentar? Baixe aqui o livro e deguste!

 

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios

9 comentários

  • Jose wagner pereira 11 de novembro de 2015 às 16:19

    Parabéns pela iniciativa, estive visitando o sesc e tive o prazer de sentir os aromas: do café em grão, das ervas e outras. As receitas são excelentes. continuem assim, sempre inovando e trazendo lembrança para quem conhece e conhecimento para aqueles que não conhecem o que vêm de nossa terra. Grato pela atenção.

    Responder
    • Mesa Brasil 11 de novembro de 2015 às 18:14

      Nós que agradecemos seu comentário, José!

      Responder
  • Leonilde Marta Pires 11 de novembro de 2015 às 21:58

    Parabéns pela linda iniciativa! Ao passar pela exposição me veio à lembrança meu tempo de criança, quando visitava a fazenda da vovó... era tanta fartura de legumes, hortaliças além dos quitutes... Que bom relembrar... A alimentação saudável e brasileira todo mundo precisa, O nosso BrASIL É RICO DE VARIEDADES DE FRUTAS , LEGUMES E OUTRAS . sEM FALAR DO GOSTOSO CAFÉ BRASILEIRO. oBRIGADA bRASIL, oBRIGADA sesc.

    Responder
    • Mesa Brasil 12 de novembro de 2015 às 16:30

      Que bom resgatar lembranças! Obrigado pelo depoimento, Leonilde!

      Responder
  • Luiza 12 de novembro de 2015 às 11:25

    Achei sensacional a exposição, sentir, cheirar os alimentos. parabéns!

    Responder
    • Mesa Brasil 12 de novembro de 2015 às 16:31

      Ficamos felizes que tenha gostado, Luiza!

      Responder
  • Eliana Salmar 13 de novembro de 2015 às 17:09

    Achei sensacional a exposição. Tudo muito claro e esclarecedor. As receitas muito boas. Padrão SEsc. Parabéns.

    Responder
    • Mesa Brasil 16 de novembro de 2015 às 10:41

      Obrigado pelo comentário, Eliana!

      Responder
  • Maria Cristina Raphael vidrich 13 de novembro de 2015 às 19:55

    visitei a exposição e gostei demais dos temas cuidadosamente resgatados! Parabéns por trazer ao SEsc campinas um conteúdo tão rico e realista em tempos de tantas cores, sabores e aromas fantasia. Se esta exposição for itinerante gostaria fazer contato com a organização.

    Responder