15/09/2015

Cris Komesu | Mesa Brasil

2 comentário(s)

Dia de doar

Pra quem vem de fora, é fácil se perder entre os mais de 28 mil metros quadrados do Centro de Distribuição (CD) do DIA em Guarulhos. São milhares de caixas que chegam para armazenagem ou saem em direção a uma das 239 lojas da região, diariamente. É um processo que leva em consideração os produtos no estoque de cada supermercado, as previsões de venda, entre outras questões. Nessa operação complexa, os alimentos são os mais afetados pelas oscilações, pois às vezes chegam perto demais da data de validade para serem distribuídos e comercializados.

O que poderia ser perda, contudo, transforma-se em ganho social. Semanalmente, um levantamento é feito na relação de alimentos: os que estão próximos ao vencimento são separados e ganham um novo destino. Em vez de descartados, são doados por meio do Mesa Brasil e chegam à mesa de quem mais precisa. 

A parceria deu tão certo que foi estendida aos quatro CDs do DIA em São Paulo, além implantada entre os CDs e as unidades do Mesa no Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Bahia. "A parceria com o Mesa é motivo de grande orgulho para o DIA, já que nos ajuda, não só, a combater o desperdício nos nossos sete centros de distribuição, mas também a contribuir para a segurança alimentar e nutricional de milhares de pessoas em situação de risco social”, diz Marisa Fernandes, Diretora de Recursos Humanos da rede.

Em seis meses, já foram doadas cerca de 67 toneladas de alimentos ao programa. São pães, carnes, sucos, iogurtes e hortifrútis, entre tantos produtos em perfeitas condições de consumo, que chegam a centenas de instituições sociais no país.

Acompanhamos o passo a passo de uma das doações semanais do CD do DIA em Guarulhos, confira:

Ok -IMG_2995

O Centro de Distribuição do Dia em Guarulhos.

Ok -IMG_2972

Um funcionário do Dia passa pela sessão de refrigerados e faz a separação dos alimentos que serão doados: desta vez são iogurtes, bolos e frango. Datas de validade e temperatura dos alimentos são checadas.

Ok -IMG_2987

A equipe do Mesa recebe as doações e confere quantidades, temperaturas e validades mais uma vez.

OK-IMG_3002

Os alimentos são acomodadas no veículo refrigerado. 

Ok -IMG_3033

Tudo pronto, um recibo é assinado por representantes do Dia e do Mesa Brasil.

Ok -IMG_3072

O veículo do Mesa segue para o roteiro de entregas: a primeira instituição social atendida fica também em Guarulhos, no bairro de Cumbica: o Núcleo Batuíra, composto por creche, atendimento a crianças no contra turno escolar, cursos profissionalizantes e centro de idosos.

Ok -IMG_3064

Ao descarregar, as temperaturas dos alimentos são checadas novamente. O procedimento é importante para garantir que o alimento continua em perfeitas condições de consumo. 

Ok -IMG_3080

Uma parte da doação (iogurtes) é acondicionada na câmara refrigerada. 

Ok -IMG_3093

Já os peitos de frango chegam bem a tempo de complementar o preparo da próxima refeição. 

Ok -IMG_3104

 

Ok -IMG_3141

Enquanto isso, na creche do Núcleo Batuíra, é hora do cochilo e também de muita brincadeira. 

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios

2 comentários

  • luciene mori miyata 09 de março de 2017 às 09:26

    olá, venho SOLICITAR uma ajuda emergencial de alimentos para a instituição E.E. pedro voss locado a rua josé de MAGALHÃES, 477, vila clementino, são paulo, sp... de legumes, verduras, frutas, derivados lacteos ou qualquer tipo de alimento que possa enriquecer a alimentação escolar de crianças que estão no ensino fundamental i em idade escolar de 06(seis) a 10(dez) anos. são 300 crianças, e ontem eu fui ao evento do supermercado dia e falei com a erica que pediu que eu enviasse o pedido através do setor de ação social do mercado dia. para quaisquer dúvidas ligar 11 9 8338-9033 email: lumiyata3@gmail.com obrigada pela atenção dispensada. tenham um excelente dia. att. luciene.

    Responder
    • Mesa Brasil 09 de março de 2017 às 17:01

      Olá Luciene, agradecemos o seu contato. O Mesa não realiza atendimentos emergenciais, Mas vamos entrar em contato por e-mail para entendermos melhor a situação. Obrigado!

      Responder