10/05/2017

Cris Komesu / Mesa Brasil

1 comentário(s)

Novas casas para o Mesa Brasil

Caminhões coloridos começaram a circular e aguçar curiosidades em São Carlos, Araraquara e, a partir desta semana, também em Sorocaba. São as três mais novas casas do programa Mesa Brasil Sesc São Paulo. Com elas, já são 16 unidades do Sesc operando o programa no estado.

Mas o que é o Mesa Brasil? - muita gente nas vizinhanças pode ter se perguntado. Criado em 1994, o programa busca alimento onde sobra e entrega onde falta, tecendo uma rede de solidariedade que une empresas doadoras e instituições sociais. Dessa forma, procura combater o desperdício, a fome e a insegurança alimentar. Ah, e tem mais: o Mesa trabalha com ações educativas junto às instituições sociais cadastradas, com temas como a higiene na manipulação dos alimentos e o aproveitamento integral de frutas e legumes.

via GIPHY


Reconhecendo terrenos

Assim como alguém que se instala em um novo bairro, o Mesa Brasil, ao chegar às cidades, parte para um movimento de conquista. É preciso se apresentar aos vizinhos e formar as parcerias que fazem o programa acontecer. Afinal, são as empresas e instituições sociais locais que vão dar a “cara” do Mesa em cada cidade.

De e-mail em e-mail, ligação em ligação, reunião em reunião, aos poucos foram se construindo as redes. “O período inicial foi de ansiedade, mas conseguimos superar as dificuldades e encontramos solidariedade nos doadores e uma grande receptividade das instituições sociais”, conta Veridiana Blanco de Molfetta, coordenadora do Mesa Brasil de São Carlos.

Foi assim que aconteceu com o Varejão da Fartura, um dos primeiros doadores de São Carlos:


Nos dois primeiros meses de operação, somam 14 empresas cadastradas em São Carlos e 35 em Araraquara, que doaram quase 40 mil kg de alimentos. Isso tudo chegou até a mesa de crianças, adultos e idosos atendidos em abrigos, creches, centros de convivência e asilos nas duas regiões.

“Nas instituições, percebemos a alegria das pessoas atendidas e das cozinheiras no momento da chegada do caminhão com as doações do Programa. As crianças e os idosos fazem uma festa! Querem ajudar o motorista e ajudante a carregar as caixas com os alimentos. Notamos que o cardápio ficou mais colorido e diversificado, proporcionando a experimentação de novos sabores de alimentos que não faziam parte de sua alimentação”, conta Regiane Aparecida da Silva Marques, coordenadora do Mesa em Araraquara.

Na Oficina das Meninas, que atende 60 meninas em situação de vulnerabilidade socioeconômica, o ganho foi em variedade e qualidade dos alimentos:


Araraquara e São Carlos, implantados em março, são exemplos para Sorocaba, onde os trabalhos acabam de começar, trazendo emoções e desafios a cada dia. A ansiedade, os contatos iniciais, o reconhecimento da vizinhança: tudo a pleno vapor na cidade, que já esperava pelo Mesa há muito tempo, desde a inauguração da unidade do Sesc, como conta a coodenadora Érica de Barros D. Ranzani: 

 

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios

1 comentários

  • Juliano Homero DA SILVA 11 de maio de 2017 às 14:24

    Eu Como Servidor Do Sesc ARARAQUARA, Tive o Imenso Prazer DE Participar Um Dia Das Atividades Do Mesa Brasil e Conhecer Um Pouco Mais Desse Trabalho Que É Muito Importante PARA o Combate a Fome E Ao Desperdício De Alimentos. Muito Gratificante Ver A Alegria DE QUEM Recebe Esses Alimentos.

    Responder