18/03/2015

Angelita Borges|Sesc Santos

1 comentário(s)

Um dia no Mesa

Com o objetivo de aproximar os funcionários dos demais setores do Sesc com a ação do Mesa Brasil, o programa em Santos convidou os interessados a passarem um dia no Mesa.

Participando desde a coleta dos alimentos até a entrega nas instituições cadastradas, os funcionários puderam vivenciar o dia a dia do programa e verificar o impacto positivo que essas ações despertam em todos os envolvidos neste processo (empresas e instituições sociais). Esses funcionários passaram a ter uma nova visão sobre o trabalho desenvolvido e relataram que irão carregar valores preciosos para toda a vida.

Arieuda Alves Barbosa, agente de apoio a programação do Sesc Santos, está aqui há dezessete anos e sempre acompanhou o trabalho do Mesa pelas unidades em que passou. Ela disse que tem admiração pelo trabalho social que o Mesa oferece, “a maior surpresa foi durante a entrega das doações, o comprometimento de todos...isso só aumentou a minha admiração e o meu respeito por esse programa. O envolvimento das pessoas que estão ali fazendo a colheita e levando até àquele que necessita. Foi marcante ver a responsabilidade, o carinho, o comprometimento de cada funcionário que esteve ali, ensinando e mostrando como é o real funcionamento desse trabalho, que veio de encontro a toda a expectativa positiva que eu já tinha”.

Quando Arieuda chegou em uma das instituições que receberam as doações, o que chamou a atenção dela foi a alegria nos olhos das pessoas com a chegada das caixas com os alimentos. E em um dos locais a alegria foi maior, pois o que estava faltando na despensa era o que realmente eles estavam recebendo.

Nos últimos anos, Ari notou que a relação entre Sesc e as instituições estreitou, por meio do maior número de ações educativas e oficinas realizadas, aumentando a conscientização das pessoas quanto a manipulação dos alimentos. “Não e só entregar, mas ensinar como manipular, como preparar o alimento”. No final das contas, entre o tanto de surpresas boas e emoções, o que fica mais uma vez evidenciado é a diferença que o Mesa Brasil faz na rotina das instituições e na vida das pessoas que são atendidas.

Pedro Moya é agente de atendimento do Sesc Santos, e conta que achou muito legal a iniciativa do programa em convidar os funcionários de outros setores para participar de um dia no Mesa. “Fiquei muito feliz de participar, fomos até São Vicente, fizemos coletas nos supermercados da cidade e o que me deixou contente foi o cuidado dos meninos do Mesa Brasil na questão do manuseio e da arrecadação desses alimentos. Os supermercados separam os alimentos e quem faz a escolha são os funcionários do programa que selecionam cuidadosamente, o que é próprio para consumo, escolhendo como se fosse para consumo deles e de suas famílias”.

Pedro conta também que dá vontade de levar todos os alimentos, mas que é feita a separação somente dos alimentos que são 100% seguros para consumo. O alimento coletado com qualidade pelo programa é levado até a mesa de instituições que cuidam de idosos, jovens e crianças, que recebem esses alimentos com muito carinho e alegria. Hoje, ele pensa mais na questão do desperdício, o quanto pode ser aproveitado e quantas pessoas podem ser alimentadas por meio desses alimentos que iriam para o lixo. Segundo ele, após uma vivência como essa, você começa a prestar mais atenção e a refletir sobre ajudar o próximo com pequenos gestos. “Eu gostaria de participar outras vezes”, afirma.

Deixe seu comentário

* Campos obrigatórios

1 comentários

  • eu e minha esposa trabalhamos como voluntarios no mesa brasil do rj manipulamos e embalamos 25 de abril de 2015 às 19:56

    e muito gratificante executar voluntariado para benificiar pessoas que precisão maravilhoso voce saber que la na frente alguem que precisa vai se alimentar com seu trabalho um abraço mauricio e maria jose

    Responder